Pesquisadores amazonenses participam de Congresso Internacional, em Belém

Congresso Internacional da Abralin(Belém/PA)/Foto: Divulgação

Congresso Internacional da Abralin(Belém/PA)/Foto: Divulgação
Congresso Internacional da Abralin(Belém/PA)/Foto: Divulgação

Quatro pesquisadores da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) participarão, no período de 25 a 28 deste mês, do 9º Congresso Internacional da Associação Brasileira de Linguística (Abralin) realizado na Universidade Federal do Pará – Cidade Universitária Prof. José da Silveira Netto, em Belém (PA).
Eles apresentarão resultados parciais de projetos de pesquisa desenvolvidos na Universidade e participarão do congresso internacional com aporte financeiro do Governo do Estado, via Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM), por meio do Programa de Apoio à Participação de Eventos Científicos e Tecnológicos (Pape).

De acordo com a Decisão 328/14, na 6ª chamada doEdital 032/13 do Programa, foram beneficiados os pesquisadores Shirlane Gonçalves Val, Jussara Maria Cliveira de Araújo, Jéssyca Bruna dos Santos Pereira e Anderson Guerreiro dos Santos. Eles abordaram sobre a história da leitura, a expressão na escrita jornalística manauara, a figura do autor e Jéssyca Bruna dos Santos apresentará uma análise elucidativa sobre o gênero fanic.

Segundo a Abralin, o Congresso Internacional da entidade é realizado anualmente e existem quatro modalidades de participação: coordenador de simpósio temático, apresentador de comunicação em simpósio temático, apresentador de pôster e ouvinte.

As professoras do Programa de Pós-Graduação em Letras e Artes da UEA, Silvana Andrade Martins, e do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade, Maria Luiza de Carvalho Cruz Cardoso tiveram uma proposta aceita pela  coordenação da Abralin e participarão no congresso como coordenadoras do simpósio ‘O português da região Norte do Brasil: Variações dialetais e o atlas linguístico’. O simpósio reunirá o resultado das pesquisas na área de sociolinguística e da dialetologia realizados sobre o português falado na região Norte do Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui