Plano de segurança do AM para a Copa/2014 elogiado, em Brasília

José Melo(E) reunido em Brasília/Foto: Roberto Carlos

José Melo(E) reunido em Brasília/Foto: Roberto Carlos

A estrutura de segurança montada para a realização da Copa do Mundo de 2014, em Manaus, foi elogiada, ontem, quinta-feira (27), durante reunião do vice-governador José Melo com o ministro-chefe da Casa Civil, Aloísio Mercadante, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, e o general do Exército, José Elito Carvalho Siqueira.


O encontro, realizado no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), faz parte do cronograma de reuniões entre representantes do Governo Federal e das cidades-sede da Copa para alinhar as operações durante o Mundial.

Durante o encontro, que contou com a presença do secretário estadual de Segurança, coronel Paulo Roberto Vital, e o secretário executivo adjunto de Segurança Integrada para Grandes Eventos da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), coronel Dan Câmara, o vice-governador apresentou os investimentos que estão sendo realizados para reforçar a área de segurança e o planejamento da operação para a Copa.

“Foi uma reunião muito boa, em que apresentamos o nosso planejamento estratégico integrado, envolvendo as forças de segurança estadual e federal. Falta o mínimo de ajustes para que o Amazonas esteja pronto”, disse Melo, que destacou que os investimentos feitos pelo governo estadual na área da segurança, só este ano, serão da ordem de R$ 1, 5 bilhão.

Entre as estruturas que estão sendo implantadas está o novo Centro Integrado de Comando e Controle, que teve um investimento em estrutura e tecnologia de quase R$ 68 milhões. O espaço vai reunir alta tecnologia que será utilizada no monitoramento de vários pontos da cidade, incluindo áreas internas e externas da Arena da Amazônia.

Com o novo centro, que terá estrutura similar com a do atual Centro Integrado de Operações  (Ciops), o monitoramento será feito tanto pelo Estado quanto pelo Governo Federal, em Brasília. Outro destaque está na utilização dos centros móveis, das plataformas elevadas e na utilização de câmeras que detectam a presença de pessoas pelo calor do corpo humano. O vice-governador ressaltou que tais investimentos ficarão como herança para a cidade após a Copa do Mundo.

O trabalho conjunto entre as polícias Militar, Civil e Federal, também foi elogiado durante o encontro.  “Segundo palavras dos próprios ministros, o Amazonas está bem adiantado em relação a isso e daqui para frente essa integração será cada vez mais próxima. Todos disseram estar muito tranquilos em relação ao Amazonas, dados os avanços do Estado neste setor nos últimos anos”.

Ao sair da reunião, o vice-governador anunciou a criação de um comitê central, composto pelo secretário de segurança, o chefe do Comando Militar da Amazônia e do superintendente da Polícia Federal, que irão auxiliar o governador na tomada de decisões referentes à segurança no Mundial.

Possíveis manifestações durante a competição, também, foram tema de discussão durante a reunião. José Melo garantiu que aqueles que desejarem se manifestar de forma pacífica não encontrarão dificuldade, mas que atos de vandalismo não serão tolerados. 

Reunião no Banco do Brasil – Ainda em Brasília, ontem, pela manhã, o vice-governador esteve reunido com o diretor de Governo do Banco do Brasil, Jânio Carlo Edno Macedo, para tratar da liberação de novas parcelas de dois empréstimos, nos valores totais de R$ 754 milhões e R$ 670 milhões.

Segundo José Melo, os recursos têm como destino a execução de projetos de infraestrutura ede serviços de abastecimento de água, tanto na capital quanto no interior. Inclui, ainda, serviços de asfaltamento e construção de estradas e vicinais. O vice-governador disse também que, por conta da proximidade do período de estiagem, é necessário pressa na liberação desses recursos. “Precisamos casar bem esses prazos para que essas obras sejam feitas”, frisou.

 


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui