Polícia Civil escolta 14 envolvidos no esquartejamento de estuprador de Fonte Boa

Operação montada pela Força Tarefa montada pela Polícia Civil prende e escolta envolvidos em esquartejamento - foto: divulgação

Uma operação montada pela Força Tarefa da Polícia Civil do Amazonas trouxe escoltada para Manaus, neste domingo (26), 14 presos envolvidos no esquartejamento e morte de um estuprador além da destruição da delegacia e viaturas de Fonte Boa, no interior do Amazonas, ocorrido no último dia 17 de janeiro.

Os presos foram transportados inicialmente na tarde deste domingo de Fonte Boa para Tefé em uma lancha da Polícia Militar. E, de Tefé para Manaus, foram trazidos em duas aeronaves sob a escolta dos policiais do Grupo Fera e de policiais de Coari e Manacapuru, em uma operação toda ela chefiada pelos delegados José Afonso Barradas Junior e Rodrigo Torres.

Força Tarefa da Polícia Civil encarregada das prisões – foto: divulgação

De acordo com o delegado Barradas Jr, ao todo foram indiciados 40 pessoas que participaram diretamente do esquartejamento, morte e da queima do corpo do estuprador Ronald Gomes Borges, de 28 anos, e da destruição da delegacia e das viaturas de Fonte Boa.

Aparato policial contou com equipamentos terra, rio e Ar – foto: divulgação

Ainda de acordo com o delegado Barradas, as 40 pessoas foram indiciadas pelos seguintes crimes: homicídio qualificado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime e vilipendio. Os 14 presos ficarão presos em presídios da capital.

3 COMENTÁRIOS

  1. ainda tem isso ainda? o cara estuprou e matou covardemente uma criança e ainda as pessoas que fizeram a justiça merecida vão presos? então libera logo o estupro de uma vez nessa merda é por isso que eu digo contar com a lei é a mesma coisa que pedir pra morrer

  2. Lamento por todos os envolvidos, isso é Brasil, o país que defende bandido estuprador. Que Deus liberte e perdoe todos vocês!
    Todo estuprador era pra ser esquartejado!
    Parabéns a todos vocês!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui