Polícia Civil recaptura presos que fugiram da Delegacia de Novo Airão

Fugitivos da Delegacia de Novo Airão recapturados/Foto: PC

Fugitivos da Delegacia de Novo Airão recapturados/Foto: PC
Fugitivos da Delegacia de Novo Airão recapturados/Foto: PC

A equipe de investigação da 77ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), do município de Novo Airão, localizado na Região Metropolitana de Manaus, recapturou cinco dos sete presos que fugiram da carceragem da unidade no início da noite de sábado (14), operação de resgate que contou com o reforço de policiais militares de Manaus e Manacapuru.

Em menos de 48 horas após a fuga, foram recapturados no domingo (15), Watison da Natividade Batista, Josué de Souza Neto e Williams Magalhães de Souza. De acordo com o Delegado Adjunto 77ª Delegacia Interativa de Polícia, Guilherme Ferreira, o detento Williams foi quem comandou a fuga. Ainda segundo a autoridade policial, Josué e Williams cumprem pena por praticarem roubos na cidade.

Durante a madrugada desta segunda-feira (16), foram presos mais dois foragidos, foram eles Thales de Souza da Silva e José Nildo dos Santos, após os familiares entrarem em contato com a delegacia e informar que eles estariam em casa.

O delegado informou ainda que baixou uma portaria com fundamento no inciso 10, artigo 41 da Lei de Execução Penal para que sejam punidos conforme os procedimentos legais. “Todos que foram recapturados estão proibidos de receber visita da família e de amigos”, ressaltou o Delegado.

A equipe de investigação da 77ª DIP continua as buscas para encontrar os outros dois outros fugitivos, Emanoel Matos Garone e Ligioney de Souza Vieira. Quem souber informações ou pistas que levem aos fugitivos, pode entrar em contato com os servidores da Delegacia de Novo Airão pelos números: (92) 3365-1089 ou 3365-1716. A Polícia Civil assegura o sigilo da identidade do informante.

Entenda o caso

Investigadores da 77ª DIP perceberam um tumulto nas celas na noite de sábado (14) e ao checar a movimentação verificaram que havia um preso ferido. Ele foi levado para uma unidade hospitalar de Manacapuru por um dos investigadores. Entretanto, os outros presos continuaram a tumultuar o local e acabaram fazendo um investigador refém, pegaram a pistola dele, os pertences da escrivã e a chave da delegacia. Em seguida fugiram do local.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui