Polícia Militar do Amazonas homenageia os ´Heróis de Canudos´

Palacete Provincial, antigo Quartel da PMAM/Foto: Arquivo

No próximo dia 11 de novembro, às 19h00, o Comando Geral da Polícia Militar homenageia os policiais militares do antigo Regimento Militar do Amazonas, reconhecidos pela Corporação Militar como Heróis de Canudos, os quais entre os anos de 1896 e 1897, lutaram ao lado de soldados do Exército, no sertão da Bahia.
A homenagem é uma das tradições na agenda anual da Polícia Militar, e fará na ocasião a entrega de condecorações e honrarias aos policiais militares amazonenses que se destacaram em suas atividades funcionais, serviços operacionais e administrativos no decorrer do ano, bem como concederá ainda às autoridades civis e militares que contribuíram para o engrandecimento da Instituição, a Medalha Cândido Mariano e o Diploma de Honra ao Mérito.

O evento terá a presença de todo o Alto Comando da Polícia Militar, autoridades civis, militares e religiosas convidadas para a solenidade, além da tropa de policiais militares que vai desfilar, demonstrando todo respeito e consideração com aos integrantes da PMAM que sedimentaram a bravura e o compromisso da família miliciana com a sociedade amazonense.

Palacete Provincial, antigo Quartel da PMAM/Foto: Arquivo
Palacete Provincial, antigo Quartel da PMAM/Foto: Arquivo

Historicamente a “Guerra de Canudos” foi um movimento armado ocorrido nas proximidades do povoado de Canudos, no interior da Bahia, onde Antônio Conselheiro e centenas de jagunços lutavam contra a presença do Exército Brasileiro e Forças Púbicas de Segurança, atentando contra a ordem estabelecida no país nos primeiros momentos da República, nos últimos anos do século dezenove.

O 1º Batalhão de Infantaria da Polícia Militar do Amazonas, na época um pequeno e aguerrido grupo miliciano, comandado pelo Tenente Coronel PM Cândido Mariano, foi destacado para a luta na qual, em combate, dezenas perderam a vida em nome da honra e dignidade da briosa que alicerçada nestes pilares se mantém sempre apta e pronta para qualquer chamado em favor do Amazonas e do Brasil em qualquer ocasião.

A memória destes fatos ocorridos naqueles dias está exposta no Museu Tiradentes, localizado no Palacete Provincial, Centro de Manaus, onde está, por exemplo, a Bandeira Brasileira bordada a ouro e prata por senhoras cidadãs da sociedade paraense e presenteada aos policiais do Amazonas, quando da passagem da tropa por Belém, em homenagem e agradecimento aos heróis mortos na Bahia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui