Polícia prende homem após criança escrever carta relatando estupro para avó

Foto: Divulgação/PC-AM

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da 53ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Santo Antônio do Içá (a 880 quilômetros de Manaus), deflagrou, na sexta-feira (27), por volta das 12h, Operação Anjos da Guarda, que resultou no cumprimento de mandado de prisão preventiva em nome de um homem de 34 anos, por estupro de vulnerável, praticado contra a sua enteada.

De acordo com a investigadora de polícia Dulce Montefusco, gestora da 53ª DIP, o crime ocorria desde que a vítima tinha nove anos de idade, a qual atualmente tem 13 anos.

A gestora disse, ainda, que a mãe tomou conhecimento sobre o fato criminoso após conversar com a avó da menina. Esta comentou que a vítima descreveu as agressões em uma carta ao seu avô.

“A adolescente disse que não conseguia mais conviver com o autor, pois ele a abusava sexualmente desde os nove anos. Os abusos aconteciam quando a mãe não estava em casa. Em uma das práticas, o padrasto puxou a menina pelo braço, a jogou na cama e consumou o ato sexual”, relatou Dulce.

Ainda de acordo a investigadora, a mãe, até então, não havia desconfiado dos abusos, no entanto, percebeu que a filha estava sempre aflita, nervosa e preferia estar na escola do que em casa.

“O autor, quando a genitora não estava, entregava uma nota no valor de R$ 2 à vítima e comprava shorts e roupas íntimas para ela. Além disso, ele não a deixava dormir com seu irmão”, disse a gestora.

A investigadora esclareceu, que após terem ciência do ato criminoso, as equipes iniciaram as diligências e solicitaram o mandado de prisão em nome do indivíduo, tendo sido este cumprido na data de ontem.

O homem responderá por estrupo de vulnerável e ficará à disposição do Poder Judiciário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui