Polícia prende irmãos que mataram padrasto na Colônia Santo Antônio


Manaus – Os delegados Jeff David Mac Donald e Ivo Martins, titulares, respectivamente, da 2ª Seccional Norte e 18° Distrito Integrado de Polícia (DIP), falaram, na manhã desta segunda-feira (4/2), durante coletiva de imprensa, sobre o cumprimento de mandado de prisão preventiva por homicídio qualificado em nome dos irmãos Devany Gontijo Gomes, 29, e Marco Antônio Gontijo Gomes, 27, autores do homicídio do próprio padrasto, ocorrido na última quarta-feira (30/1).

De acordo com Mac Donald, os irmãos estavam sendo investigados pelos policiais civis pela autoria da morte de Sebastião Gomes Braga, que tinha 37 anos. O crime ocorreu na casa onde a vítima morava com a mãe dos infratores, na rua São Matheus, bairro Colônia Santo Antônio, zona norte da cidade. A vítima veio a óbito após ser agredida com golpes de faca e pauladas. “Esse é um trabalho exitoso feito pela 2ª Seccional Norte com o 18º DIP, sob o comando do delegado Ivo Martins, que concluiu o caso”, declarou.

Conforme o titular do 18º DIP, a equipe de investigação da unidade policial tomou conhecimento do fato como uma tentativa de homicídio. Sebastião chegou a ser levado por familiares ao Hospital e Pronto-Socorro Doutor João Lúcio Pereira Machado, situado na zona leste da cidade, mas morreu na manhã de quinta-feira (31/1), durante um procedimento cirúrgico na unidade hospitalar.

“Já havíamos identificado os autores, por isso, quando se tornou homicídio, prosseguimos com as diligências. Representamos à Justiça o pedido de prisão preventiva em nome dos irmãos. A ordem judicial foi imediatamente expedida pela juíza Suzi Irlanda Araújo Granja da Silva, no Plantão Criminal. Efetuamos a prisão de Devany na sexta-feira (1°/2), na casa onde ele morava, no bairro Colônia Terra Nova, zona norte. Já Marco Antônio foi localizado no sábado (2/2), naquele mesmo bairro”, explicou Martins.

*Discussão -* O delegado Ivo Martins destacou que ao longo das investigações os policiais civis identificaram que um dia antes do crime Marco Antônio e Sebastião haviam discutido. Após a desavença, o infrator disse a Devany que o padrasto havia tentado enforcá-lo. Em depoimento no 18º DIP, Devany confessou participação no delito. Ele relatou que ao tomar conhecimento da agressão, ele e o irmão foram até a casa onde Sebastião morava e golpearam o homem com uma faca e uma perna- manca.

Em consulta ao site do Tribunal de Justiça Estado do Amazonas (TJAM), foi verificado que Devany já havia sido preso por homicídio e dois roubos cometidos. Devany e Marco Antônio foram indiciados por homicídio qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis na delegacia, os irmãos serão encaminhados ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde deverão ficar à disposição da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui