Policia prende ‘Peixe-Boi’, envolvido no homicídio do fuzileiro naval, em Manaus

Sidney Alves, o "Peixe-Boi" está preso/Foto: PC

Sidney Alves, o "Peixe-Boi" está preso/Foto: PC
Sidney Alves, o “Peixe-Boi” está preso/Foto: PC

Policiais Civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), cumpriram o mandado de prisão preventiva em nome de Sidney Teixeira Alves, de 32 anos, conhecido como “Peixe-Boi”, apontado no envolvimento do homicídio do fuzileiro naval Leandro dos Santos Rocha, de 20, ocorrido no dia 16 de fevereiro deste ano, em frente a uma casa de shows situada na avenida do Turismo, no bairro Tarumã, na Zona Oeste de Manaus.

O Mandado de prisão preventiva foi expedido no dia 24 de fevereiro deste ano, pela juíza Mirza Telma de Oliveira Cunha, da 1ª Vara do Tribunal do Júri. “Peixe-Boi” foi encontrado por volta das 17h, em frente à residência dele na rua Flávio Costa, bairro Coroado 1, Zona Leste da cidade, por policiais militares da 11ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que sabiam que o homem estava sendo procurado pela polícia e efetuaram a prisão dele.

As investigações apontam que no dia do delito, Leandro e mais cinco amigos, também fuzileiros navais, estavam na casa de show, no momento em que iniciou uma confusão generalizada no local com o grupo comandado por Wainer de Matos Magalhães, vulgo “Pepê”, quando os amigos saíram do lugar os autores efetuaram disparos contra o grupo acertando Leandro e um dos amigos dele, Alcimar Manoel da Silva Júnior, 22, que foi atingido com dois tiros, mas sobreviveu ao ataque.

“Durante as diligências foi constatado que além de Adriano Silva Monteiro, 28, o “Gordinho”, que já foi preso no último dia 8 de abril, o envolvimento no crime de Sidney e Wainer. Todos eles foram reconhecidos pelas testemunhas oculares”, declarou o Delegado Titular da DEHS, Paulo Martins, durante coletiva de imprensa realizada na sede da Especializada na manhã desta quinta-feira.

Após o término dos procedimentos legais, Sidney será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça.

O Delegado Paulo Martins solicita o apoio da população para localizar  Wainer, quem tiver informações do paradeiro dele pode entrar em contato pelo telefone da DEHS: (92) 3681-5791, ou pelo número do disk denúncia, da SSP-AM (181). A identidade dos informantes será mantida em sigilo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui