Amazonas Destaques Formal & Informal

Pontual mostra que Josué Neto se consolida na 3ª via para a Prefeitura/2020

Dos três primeiros da pesquisa Pontual, Josué Neto foi o único que cresceu - foto: recorte
Redação
Escrito por Redação

Com índice de confiabilidade em 95% a segunda pesquisa divulgada pelo Instituto Pontual nesta quinta-feira (6), confirma crescimento e consolidação do presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto (PSD), na terceira via da corrida eleitoral para a Prefeitura de Manaus em 2020.

A pesquisa mostra também, o desgaste e alta rejeição dos dois primeiros colocados em contrate com nome do deputado Josué Neto. Foram ouvidos 904 pessoas com Josué Neto tendo 6,9% das intenções de voto.

Na primeira pesquisa feita com 1,5 mil pessoas e divulgada em abril o presidente da Assembleia Josué Neto tinha 6,2% das intenções de voto.

Mediador

Nos últimos meses Josué Neto enfrentou crises envolvendo os servidores das áreas de Saúde e Educação, e mais recente, mais uma crise no sistema prisional do estado quando 55 presos morreram na guerra entre facções dentro dos presídios.

Na Saúde o presidente foi o responsável por costurar a utilização dos recursos do FTI para socorrer o Governo do Amazonas. Na Educação, foi dentro da Assembleia, que houve o diálogo com os professores no momento em que o Governo já tinha esgotado as negociações e a greve durava 40 dias.

Como governador em exercício na noite dos ataques nos presídios, Josué neto, criou o Comitê de Crise e determinou a colocação de mais policiais nas ruas para garantir a segurança da população.

Em todos os casos as ações foram em situações que atingiram diretamente todo o Estado do Amazonas em áreas sensíveis da administração pública. Josué Neto aparece mediando os conflitos e debelando as crises com diálogo e conciliação.

Essa é a imagem que começa a ser assimilada pelos eleitores e se reflete na queda de 6,8% para 3,2% do índice de rejeição entre as duas pesquisas do Instituto Pontual.

Primeiros colocados estão em queda

A nova pesquisa mostra ainda a queda nas intenções de voto do ex-deputado David Almeida que caiu de 22,5% em abril para 19,1%. Evidencia ainda o empate dentro da margem de erro entre David e José Ricardo que em abril tinha 13,8%, hoje está com 18%.

Rejeição

Entre os mais rejeitados estão Alfredo Nascimento com 35,9% de rejeição, José Ricardo com 5,8% e David Almeida com 5,6% de rejeição. O vice-governador Carlos Almeida tem 5% de rejeição, enquanto o secretário de Educação (Seduc), Luiz Castro aparece com 4,9% de rejeição.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.