Cidades

População deve registrar BO e pedir bloqueio de celulares roubados ou furtados

Foto: Reprodução
Redação I
Escrito por Redação I

Os cidadãos que tiverem seus aparelhos celulares furtados ou roubados devem registrar um boletim de ocorrência e, sobretudo, autorizar o bloqueio dos telefones pela Polícia Civil do Amazonas (PCAM) ou pelas operadoras de telefonia. No ano passado, foram bloqueados 322 aparelhos, sendo que nos meses de novembro e dezembro, não houve nenhum registro de utilização do serviço.
“Muita gente é vítima de roubo ou furto e não vai até a delegacia pedir o bloqueio dos celulares, impossibilitando a Polícia de recuperar os aparelhos e elucidar os crimes”, disse o delegado Geraldo Eloi.

De acordo com o titular da Delegacia Interativa do Amazonas, Gesson Aguiar, o cidadão vítima de roubo e furto deve comunicar o fato à Polícia para que os casos sejam investigados, além de solicitar o bloqueio dos telefones para que estes não sejam utilizados em novos crimes.

“Se o cidadão teve seu aparelho roubado ou furtado ele deve procurar a delegacia ou até mesmo a página da Delegacia Interativa para registrar a ocorrência para sabermos que esse aparelho foi roubado ou furtado, além de autorizar o bloqueio do aparelho para que ele fique inutilizado”, explicou Aguiar.

Bloqueio – Dados da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai), da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), apontam que do total de aparelhos roubados ou furtados nos dois últimos anos, em menos de 1% foi autorizado o bloqueio.

Foto: Reprodução

“Já se criou o senso comum de que se o aparelho for bloqueado a Polícia não conseguirá recuperar o bem. Mas o bloqueio é importante para que o aparelho fique inutilizado até porque quem for pego utilizando o bem roubado ou furtado responde a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e será responsabilizado”, disse o delegado Gesson Aguiar.

Para solicitar o bloqueio, a vítima deve acessar o site da Delegacia Interativa, registrar o boletim de ocorrência, informar o IMEI do aparelho com os dados do proprietário e autorizar, no próprio boletim, o bloqueio do aparelho celular.

Investigação – Por determinação da SSP-AM, a Delegacia Geral determinou que sejam feitas investigações rigorosas sobre roubos e furtos de celulares na capital amazonense. “Fizemos determinações à Delegacia de Roubos, Furtos e Defraudações e as respostas já estão sendo dadas, com a prisão de membros de quadrilhas especializadas em roubos de celulares”, afirmou o delegado-geral adjunto, Orlando Amaral.

Em janeiro, a PC cumpriu mandados de prisão temporária por roubo majorado em nome de Jefferson Duarte da Silva, de 20 anos, e Pedro Henrique Marinho dos Santos, de 19. A dupla é suspeita de envolvimento em roubos a estabelecimentos comerciais de onde foram subtraídos, pelo menos, 126 aparelhos celulares.

Conforme o delegado-geral adjunto, a prisão deles deve levar aos outros integrantes da organização criminosa especializada neste tipo de crime. Segundo informações da DERFD, a quadrilha age sempre da mesma maneira, hostilizando funcionários e clientes dos estabelecimentos comerciais.

Além das investigações, o secretário da SSP-AM, coronel Louismar Bonates, determinou a atuação integrada das forças de segurança para combater os diferentes crimes na capital amazonense. Diariamente, a Polícia Militar (PM) tem efetuado a prisão de suspeitos de crime e recuperado aparelhos celulares.

Há algumas semanas, militares da 9ª e 14ª Companhias Interativas Comunitárias (Cicom) detiveram um casal que, de acordo com testemunhas, estavam realizando roubos a passageiros que estavam em paradas de ônibus na Avenida Autaz Mirim, zona leste de Manaus. Na ação, os policiais apreenderam a moto usada no crime, uma CB 300 amarela, e recuperam dois celulares, uma bolsa com documentos e um relógio.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.