Prefeita deve pagar mais de R$ 13 mil por não garantir esgotamento em Juruá

Foto: Reprodução

A prefeita de Juruá (a 672 quilômetros de Manaus), Gracineide Lopes de Souza, foi multada em R$13.654,39. O motivo foi a omissão da gestora em garantir o serviço público de esgotamento sanitário.

Além disso, também não houve fiscalização das instalações. A prefeita tem um prazo de 30 dias para realizar o pagamento ou recorrer da decisão do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM).

O órgão ainda recomendou à Prefeitura de Juruá que melhore a fiscalização e a vigilância das instalações, fossas sépticas domiciliares, caminhões limpa-fossas e outras fontes de lançamento de esgoto não tratado na natureza e nas ruas das cidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui