Prefeito de Humaitá pode ter a candidatura cassada

Foto: Reprodução

Candidato à reeleição, o prefeito de Humaitá (a 580 quilômetros de Manaus), Herivâneo Oliveira, pode ter a candidatura cassada. O pedido é do Ministério Público Eleitoral (MPE).

Conforme o órgão ministerial, o prefeito cometeu crimes que configuram abuso do poder econômico. Além de Herivâneo, também são acusados o candidato a vereador Geraldo Santiago e Francisco Chagas de Souza e Manoel Oliveira Menezes.

O MPE pede, ainda, a declaração de inelegibilidade decorrente dos abusos de poder econômico e abuso de poder político de todos. A ação do MPE está tramitando na Justiça Eleitoral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui