Prefeito Frederico Jr. acumula 24 processos em menos de 2 anos de gestão

Foto: Reprodução

Com menos de 2 anos no cargo de prefeito de Novo Airão (a 115 quilômetros de Manaus), Frederico Júnior é recordista em processos judiciais. Ele possui 24 pendências por diferentes irregularidades cometidas durante sua gestão.

Uma das irregularidades diz respeito à nomeação de servidores para cargos públicos. A representação foi feita no ano passado.

Outra irregularidade apontada entre as mais de 20 diz respeito à quantidade de servidores e ao pagamento de gratificação de produtividade sem previsão legal.

A grande quantidade de cargos e a ocupação de cargos inexistentes também deixaram Frederico Júnior com pendências judiciais. Fraudes em processos licitatórios são motivos de outros dois processos. Cargos comissionados e pagamentos indevidos também colocaram Frederico Júnior na mira da Justiça.

Outros problemas

Em fevereiro deste ano, Frederico Júnior quis comprar fogos de artifício para eventuais shows pirotécnicos produzidos pela Secretaria Municipal de Cultura. Para a aquisição seriam retirados quase R$ 700 mil.

Já em junho, o Ministério Público do Amazonas (MPAM) notificou o gestor por supostas fraudes em licitações. Frederico Júnior também teve um considerável crescimento de seu patrimônio.

De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a alta na quantidade de bens do gestor foi de 3.908%. Em 2018, quando ele venceu a eleição suplementar, sua conta corrente tinha apenas R$ 5 mil.

Já em 2020, ao declarar os bens para concorrer às eleições municipais, ele declarou ter uma casa avaliada em R$ 150 mil, em Novo Airão, e R$ 50,4 mil na conta poupança, totalizando um patrimônio no valor de R$ 200,4 mil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui