Prefeitos de Santa Isabel e Tabatinga são acusados de calote de mais de R$ 800 mil

Foto: Reprodução

Os prefeitos de Santa Isabel do Rio Negro, Araildo Nascimento, e de Tabatinga, Saul Bemerguy, estão sendo acusados de calote de mais de R$ 800 mil. O montante é referente a empréstimos consignados.

O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) tem duas representações com pedido de medida cautelar, movidas contra os prefeitos. Eles não teriam repassado as parcelas descontadas da folha de pagamento dos servidores ao Bradesco.

A instituição financeira tem convênios com as duas cidades. Portanto, os prefeitos são responsáveis em reter até 30% da remuneração disponível na folha de pagamento dos servidores públicos e repassar, de forma imediata, ao banco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui