Prefeitura de Manaus recolhe 3,6 toneladas de resíduos do igarapé do Mindu

Dia D contra resíduos sólidos no igarapé do Mindu - Foto: Nathalie Brasil/ Semcom

Ação promovida pela Prefeitura de Manaus, por meio das secretarias municipais de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e Limpeza Urbana (Semulsp), coletou 3,6 toneladas de residuos das margens do igarapé do Mindu, no Dia D realizado no sábado, 9/11, no Parque Municipal do Mindu, no bairro Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul.


A mobilização foi em favor do combate ao descarte irregular de resíduos no meio ambiente. No total, foram retiradas 20 bags, cada uma com 120 quilos, e mais 200 sacos de fibra, de 60 quilos cada, repletos de lixo trazido pela correnteza para o parque.

Dia D contra resíduos sólidos no igarapé do Mindu – Foto: Nathalie Brasil/ Semcom

O evento contou com a presença de mais de 700 pessoas, entre estudantes, professores e colaboradores voluntários de instituições de ensino e da empresa Keihin Tecnologia do Brasil, apoiadora da atividade desde a primeira edição, e a visita especial do cantor e multi-instrumentista da Geórgia – antiga república soviética -, Bera Ivanishvili, defensor da causa amazônica e que lidera um movimento de defesa da floresta, o #actionforamazon, junto aos seus milhões de seguidores na internet, em todo o mundo.

O jovem artista, de 23 anos, fez uma doação de US$ 1,4 milhão à ong ISA, para o combate aos focos de incêndio na Amazônia. O cantor se surpreendeu com a mobilização em torno do igarapé e fez o plantio simbólico de mudas no parque.

Dia D contra resíduos sólidos no igarapé do Mindu – Foto: Nathalie Brasil/ Semcom

A subsecretária municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Aldenira Queiroz, destacou que todos os anos o Dia D ganha em importância e participação da sociedade. Ela salientou também a relevância das parcerias internacionais, incentivadas pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, citando o exemplo da multinacional japonesa Keihin, que apoia todos os anos a realização do Dia D.

O diretor-presidente da Keihin, Tatsuo Oishi, ressaltou ser uma orientação do grupo participar de ações globais e humanitárias. “A causa ambiental é importante para todos nós e estar aqui há cinco anos realizando este evento em parceria com a Prefeitura de Manaus é uma forma também de trazermos a nossa cultura para contribuir com a cidade”, afirmou o executivo japonês.

Levado a participar da ação por uma amiga, que trabalha na Keihin, George Lima da Silva, 20, considera fundamental essa reflexão sobre a atitude do homem diante da natureza.

Todo o resíduo recolhido foi destinado pela Semulsp ao aterro controlado do município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui