Prefeitura de Tonantins deve resolver problema de armazenamento de vacina

Foto: Reprodução

Sem qualquer estrutura física para cumprir o que determina o Plano Nacional de Imunização (PNI), a Prefeitura de Tonantins (a 867 quilômetros de Manaus) terá o prazo de 10 dias para resolver o problema de armazenamento da vacina contra a covid-19.

A decisão do Ministério Público do Amazonas (MPAM) veio após realizar uma vistoria para averiguação das condições de armazenamento e controle das vacinas.

Foram vistoriadas as salas de armazenamento das vacinas (rede de frios) e de armazenamento de medicamentos. Além disso, foram fiscalizadas ainda as instalações da vigilância em saúde do município.
Segundo avaliação do MPAM, o município – notoriamente – carece de estrutura física.

As instalações encontram-se em péssimas condições, necessitando de providências imediatas, segundo o Promotor de Justiça Daniel Rocha de Oliveira. Ao prazo de 10 dias, o município deverá apresentar providências para minimizar os impactos da ausência de instalações adequadas para o armazenamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui