Prêmio Meninas Olímpicas visa incentivo à participação feminina nas ciências exatas

Foto: Jimmy Christian

Reconhecimento e incentivo à participação de meninas em olimpíadas científicas. Essa é a proposta do Projeto de Resolução Legislativa n. 38/2020, de autoria da deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB).

Na tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), a parlamentar destacou a importância de estimular meninas e mulheres a cada vez mais participarem das competições científicas. Caso aprovado, o prêmio será entregue pela Aleam anualmente no dia 11 de fevereiro, Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência.

“Sabemos que, apesar das mudanças ao longo dos anos, as ciências exatas ainda é uma área predominantemente masculina. Queremos que nossas meninas ocupem cada vez mais esses espaços e o prêmio vem justamente como uma forma de reconhecer e estimular a participação delas em olimpíadas com a entrega de menções honrosas da Aleam”, explicou.

A ideia do projeto surgiu depois que a deputada foi apresentada ao Movimento Meninas Olímpicas, um projeto nacional criado em 2016 pelas olímpicas Natália e Mariana Bigolin Groff e coordenado pela Profa Nara Bigolin, que visa incentivar o aumento da participação feminina em olimpíadas científicas.

“Tomei conhecimento desse movimento por meio da professora Tanara Lauschner, que atua no Instituto de Computação da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e desenvolve um trabalho incrível de incentivo à participação feminina na área das ciências exatas da universidade”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui