Prima de Scheila Carvalho pode ter sido alvo de tráfico de mulheres


Nesta quinta-feira (19), Caroline Magacho de Carvalho, de 18 anos, prima da ex-dançarina do grupo “É o Tchan”, Scheila Carvalho, que estava desaparecida, foi resgatada em uma ação conjunta entre a Polícia Civil de Minas Gerais e do Rio de Janeiro.

Segundo o site ‘G1’, a polícia divulgou o desfecho do caso nesta sexta-feira (20), em Juiz de Fora, onde a vítima mora. Ela foi encontrada em um apartamento no Bairro Recreio dos Bandeirantes, na capital fluminense, sozinha.

Nas redes sociais, Scheila Carvalho comemorou o desfecho do desaparecimento e agradeceu o apoio dos fãs e dos policiais. “Estou aqui para agradecer primeiramente a Deus e, claro, a vocês que ficaram na torcida, oraram, se preocuparam. A minha prima foi encontrada e ela está muito bem”, disse.

Segundo a publicação, o delegado do caso, Felipe Fonseca revelou que suspeita que o caso tenha ligação com o tráfico internacional de mulheres. “Ainda vamos realizar um contato mais específico com a jovem. Precisamos resgatar dela alguns traços que vão nos levar a linhas de investigações, mas pela forma que eles agiram, temos certeza que o ato foi altamente criminoso. Estamos verificando se há possibilidade de tráfico de mulheres, inclusive internacional”, concluiu.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui