PSOL pede ao STF proibição de medicamentos para tratamento precoce

Foto: Reprodução

O PSOL pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que proíba o governo federal de veicular qualquer informação que propague, induza ou incentive o uso de medicamentos sem comprovação científica para tratamento precoce da covid-19. O partido cita a cloroquina, a nitazoxanida, a hidroxicloroquina e a ivermectina.

O pedido foi apresentado no âmbito da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF), que pede que o presidente Jair Bolsonaro seja obrigado a adotar todos os procedimentos administrativos indispensáveis para que a União possa providenciar a aquisição das vacinas e medicamentos que forem aprovados pela Anvisa. No documento, o partido também solicitou a proibição da distribuição dos medicamentos pelo governo federal ou qualquer um dos órgãos federais.

O presidente Jair Bolsonaro defende o uso de medicamentos como a cloroquina e ivermectina para evitar o agravamento de pessoas contagiadas pelo coronavírus. Entretanto, não há nenhum tratamento cientificamente comprovado contra a doença.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui