Quatro curdos são decapitados por Jihadistas do grupo Estado Islâmico

EI já tomou 70 aldeias sírias/Foto: AFP

EI já tomou 70 aldeias sírias/Foto: AFP
EI já tomou 70 aldeias sírias/Foto: AFP

Jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI, ex-Isis), decapitaram quatro milicianos curdos, entre eles três mulheres, feitos prisioneiros de combate na área da cidade síria de Kobane, de acordo com informação divulgada pela ONG Observatório Nacional pelos Direitos Humanos (ONDH). Ainda de acordo com eles, as cabeças das vítimas foram exibidas na cidade de Jarablus.

As forças jihadistas continuam a avançar em direção a Kobane, no lado leste do país, perto da fronteira com a Turquia, e agora estão a dois ou três quilômetros da cidade

Mais de 160 mil civis curdos fugiram da cidade para a Turquia desde 16 de setembro de 2015 quando o EI deu início a sua ofensiva. Os jihadistas já tomaram posse de cerca de 70 aldeias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui