Roberto Cidade é o deputado estadual mais bem votado da história da Aleam

Foto: Divulgação

Com 102.796 votos em 98,97% das urnas apuradas, o deputado estadual Roberto Cidade (UB) tornou-se neste domingo (2/10), o parlamentar mais bem votado da história da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam). A votação o reconduz ao legislativo estadual para o exercício de seu segundo mandato.

“Agradeço à população do meu Estado que me concedeu essa grande vitória. Reforço o meu compromisso de continuar trabalhando com o mesmo compromisso e responsabilidade pelo Amazonas. Que Deus nos capacite. Agradeço à minha família, aos meus amigos e à minha equipe que sempre esteve ao meu lado no dia a dia, nas caminhadas, reuniões, comícios e que fizeram um trabalho de formiguinha para que tivéssemos essa grande conquista. Muito obrigado, Amazonas”, declarou.

Atual presidente da Assembleia Legislativa, Roberto Cidade percorreu, durante a campanha eleitoral, praticamente todos os municípios do Estado e os bairros da capital, apresentando suas propostas de campanha e fazendo o balanço de sua atuação parlamentar.

“Não é fácil fazer política no Amazonas, um estado de dimensões continentais. Mas toda dificuldade que a logística nos causa é compensada pelo carinho e acolhimento das pessoas. Estive nas ruas, em comunidades rurais, aldeias indígenas e em tantos lugares por esse Estado e sempre recebi uma palavra amiga, de incentivo e de compromisso com o nosso trabalho na Assembleia. Hoje me sinto ainda mais preparado para contribuir com o meu Estado, com as pessoas que deram essa votação histórica”, disse.

Votação anterior

Roberto Cidade foi o segundo candidato melhor votado no pleito de 2018, quando obteve 33.239 votos. Ele assumiu como deputado estadual da 19ª Legislatura em 1º de fevereiro de 2019. Em três anos e nove meses, o parlamentar apresentou 263 projetos de lei (PLs), teve 107 leis sancionadas, fez o repasse de R$ 28 milhões por meio de emendas parlamentares, entre 2020 e 2022, para serem aplicadas nas áreas de saúde, educação, infraestrutura e fomento à produção rural.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui