Rodoviários esperam que ação no TRT autorize a volta dos cobradores

Empresários dos transportes em Manaus, querem demitir os cobradores do sistema - foto: CNT

O sindicato dos Rodoviários está preparando uma pauta para ser discutida com os empresários dos transportes urbanos em Manaus. Eles querem que as empresas não comprem mais ônibus sem a cadeira de cobradores até a decisão final do recurso na Justiça do Trabalho.

Os rodoviários querem que os empresários fechem as portas para a entrada de novos carros, até a possível derrubada da ação judicial que autorizou a demissão dos cobradores do sistema em Manaus de número, TST-RR-101631-92.2016.5.01.0221, do dia 03 de dezembro, que permite aos empresários do setor dos transportes urbanos só manterem o cargo de cobrador se quiserem.

Segundo o presidente interino dos Rodoviários, Josenildo Mossoró, o acordo prevê também, a não demissão em massa, que a medida provocaria se levada avante.

De acordo com Mossoró, a diretoria também está discutindo uma gratificação melhor para os motoristas que já estão rodando no sistema, em dupla função. “Os empresários tinham oferecido apenas R$ 250,00. O sindicato quer mais”, acentua Mossoró.

Tudo isso está no campo da negociação, mas conforme disse o presidente interino da categoria, tem tudo para dar certo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui