Rodoviários programam greve para às 00:01 horas de segunda feira (21)

Rodoviários preparam nova bateria de greve para esse final de ano - foto: arquivo

O sistema de transportes urbanos de Manaus está programado para entrar em colapso no próximo dia 21 de dezembro, a partir das 00:01 horas, com motoristas e cobradores de ônibus cruzando os braços por falta de salários.

O pagamento dos salários da categoria e o 13º, já deveria estar na conta dos trabalhadores desde o dia 05 de dezembro. Os trabalhadores e sindicato da categoria informam que “os patrões não pretendem quitar os salários, alegando falta de dinheiro em caixa”.

Comunicado de greve dos rodoviários – foto: recorte

O impassem entre o Sindicato dos Rodoviários, Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) e Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), vem se ampliando com acusações mútuas há pelo menos cinco meses.

Conforme disse o presidente interino do Sindicato dos Rodoviários, Josenildo Mossoró, a prefeitura firmou um acordo com os empresários, para que eles paguem os trabalhadores, mas eles se recusam dizendo que só vão liquidar a conta se receberem mais de 20 milhões de incentivos.

O presidente dos rodoviários, Josenildo Mossoró visitando as garagens pedindo adesão à greve – foto: divulgação

“Eles não pagaram os salários e nem o 13º, por isso estão nos obrigando a fazer greve”, lamenta Mossoró, justificando que só estão usando a única ferramenta que a categoria tem para negociar os seus direitos.

Nas primeiras horas da manhã de hoje (15), os usuários foram surpreendidos com uma “Operação Tartaruga” em todo o sistema. A maioria dos ônibus estavam circulando a 20, 30 Km/hs. Foi o primeiro sinal de alerta para a paralização programada para o dia 21 de dezembro. “Ou os empresários pagam, ou os trabalhadores param”, disparou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui