Roraimense Aristides Júnior é o 6º melhor judoca do Ranking Mundial

Judoca roraimense Aristides Júnior/Foto: Divulgação

O judoca roraimense Aristides Júnior (Associação Ases do Norte de Judô de Roraima), é o sexto melhor judoca do mundo na categoria Cadete. O ranking mundial foi divulgado na noite de terça-feira, depois de encerrado o Campeonato Mundial Juvenil de Judô que foi disputado no decorrer da semana passada e encerrou no domingo, em Santiago no Chile.

Segundo o professor Sérgio Borba, treinador do atleta, Aristides ficou na 7ª posição na classificação final do Mundial Juvenil e o colocou como o 6º melhor judoca no Ranking Mundial da categoria.

“Essa competição colocou o atleta como 6° melhor atleta no Ranking Mundial, na categoria 55k Cadete, mantendo assim Roraima e o Brasil em lugar de destaque no cenário internacional do judô”, disse.

O ranking aponta o Turco Akkus Mihac em primeiro lugar com 406 pontos; Naguchev Abrek, da Rússia com 380; Bem Chalbi, da Tunísia, com 302; Abdusaidov Khurshidbek, do Uzbequistão e Tanriverdiyve Aykhan, do Azerbeijão, ambos com 300 pontos e Aristides Júnior em sexto lugar com 284 pontos.

Aristides competiu com a seleção brasileira de judô que foi vice-campeã Mundial por equipes no Campeonato Mundial Juvenil em Santiago do Chile.

Judoca roraimense Aristides Júnior/Foto: Divulgação

O atleta roraimense, que teve sua primeira participação em uma competição desse nível, e que contou com 36 competidores, mostrou sua técnica e garra e venceu disputas duras contra atletas de Portugal e Holanda, tendo sido parado apenas nas quartas de final depois de sofrer lesão no tornozelo na luta contra o atleta da Mongólia. Ainda assim tentou a repescagem contra o judoca da Coreia do Norte, mas não tendo sido possível desenvolver um bom ritmo de luta, principalmente devido à lesão.

Já na disputa por equipes, o Brasil ficou como vice-campeão do Mundo e Aristides Júnior também fez parte desse feito e ajudou o time Brasileiro a chegar às finais, sendo parado apenas pelos Russos que ficaram campeões mundiais por equipes.

Para Sérgio Borba esse ciclo encerra com chave de ouro.

“Mesmo que o resultado não tenha sido o pódio, já que um trabalho desse nível requer tempo, dedicação e muito sacrifício para gerar resultados como esses, mas trouxemos uma medalha de vice-campeão Mundial por equipes e um 7° lugar Mundial nos individuais, fixando nosso atleta na sexta melhor colocação no Ranking Mundial e isso é sim motivo para comemorar já que estamos desbravando, pela primeira vez, competições de nível tão alto como o Mundial Juvenil”, disse.

“Agora vamos iniciar um novo ciclo com novos objetivos e esperamos conseguir desenvolver um trabalho à altura dos grandes centros do judô nacional, a ponto de termos não só o Aristides, mas outros atletas roraimenses no cenário nacional e internacional do judô nos próximos eventos. Estaremos trabalhando muito para que isso possa ser possível”, frisou.

Fonte: Folha BV

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui