Rosberg supera Hamilton e volta à pole em Mônaco, Massa larga em 16º

Massa bate e deixa o treino, em Mônaco/Foto: Getty Images

Massa bate e deixa o treino, em Mônaco/Foto: Getty Images
Massa bate e deixa o treino, em Mônaco/Foto: Getty Images

O alemão Nico Rosberg largará na pole position do Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1. No treino de classificação deste sábado, o piloto da Mercedes levou a melhor sobre seu companheiro Lewis Hamilton e deixou o britânico em segundo lugar. É a segunda pole de Rosberg em 2014 – a primeira havia sido no Bahrein.

Vencedor do GP de Mônaco de 2013, quando também saiu na pole position, Rosberg chegou a escapar na reta final do Q3, permitindo que Hamilton batesse sua marca de 1min15s989. O britânico, no entanto, aliviou e manteve o alemão na frente.

A segunda fila é formada pela dupla da Red Bull, com Daniel Ricciardo em terceiro e Sebastian Vettel em quarto. Fernando Alonso e Kimi Raikkonen, ambos da Ferrari, formam a terceira fila. Jean-Eric Vergne, Kevin Magnussen, Daniil Kvyat e Sergio Perez completam as dez primeiras posições.

A sessão foi ruim para os carros da Williams – e especificamente para para Felipe Massa, que abandonou o treino no final do Q3 ao ser atingido pela Caterham do sueco Marcus Ericsson. Embora classificado com folga para o Q2, não conseguiu voltar à pista e largará em 16º. Seu companheiro Valtteri Bottas sairá três posições à frente.

Ao longo do Q1, os novatos Daniil Kvyat e Kevin Magnussen sofreram para conquistar resultados. O russo da Toro Rosso escapou na saída do túnel, demorou para conseguir voltas competitivas e ficou quase sempre na knock out zone, enquanto o dinamarquês da McLaren escapou na curva Saint-Devote e quase bateu. Ambos, porém, avançaram,

Felipe Massa também teve problemas, parando na Mirabeau ao dividir a pista com a Caterham do sueco Marcus Ericsson. O brasileiro cedeu passagem, mas o sueco errou a curva e atingiu a Williams, levando os dois para o muro. Em 10º lugar, Massa tinha participação incerta no restante do treino.

No fim, acabaram eliminados os pilotos de três equipes: Sauber, Marussia e Caterham, nesta ordem. Assim, Esteban Gutierrez (17º), Adrian Sutil (18º), Jules Bianchi (19º), Max Chilton (20º), Kamui Kobayashi (21º) e Marcus Ericsson (22º) ficaram fora do Q2. Massa acabou posteriormente descartado do Q2, o que o colocou em 16º.(Terra)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui