Rosi Matos: Suframa e Seinfra são omissas pela demora no asfaltamento do DI

Ônibus enfrentando atoleiro na Estada da Suzuky...

Estrada da Suzuky com pavimentação comprometida.
Estrada da Suzuky com pavimentação comprometida.

O jornal Em Tempo e portal Correio da Amazônia noticiaram na semana passada as péssimas condições na qual se encontra a estrada que dá acesso à fábrica Suzuki, no Distrito Industrial II, Zona Leste de Manaus. Em dias de chuva, os funcionários precisam enfrentar o lamaçal e atoleiros para chegar à fábrica.

Na segunda-feira (13), devido a precariedade da estrada, um ônibus com 300 funcionários não conseguiu chegar a fábrica. De acordo com a direção da empresa, ela contabilizou R$ 1 milhão de prejuízos ao dia. Esse é apenas um exemplo do  que está acontecendo com ônibus e carros de particulares, que trafegam pela estada da Suzuki em dias de chuva.

Vereadora Rosi Matos cobra posição da Suframa e da Seinfra.
Vereadora Rosi Matos cobra posição da Suframa e da Seinfra.

A vereadora Rosi Matos (PT) denunciou a Suframa e Seinfra pelo descaso com os trabalhadores e o atraso das obras de asfaltamento das ruas do Distrito Industrial. A Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) foi contratada pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) para recuperar o asfalto, mas ainda não iniciou nenhum serviço de recuperação nessa área mesmo após várias cobranças feitas por  empresas, Sindicato dos Metalúrgicos e por vereadores.

“Todos cobram uma solução para resolver o problema de recuperação das ruas. Esse atraso já começa a comprometer a produção e dificultar o trajeto e acesso dos funcionários à fábrica da Suzuki, conforme foi noticiado pela imprensa. A direção da Suzuki aguarda asfaltamento da pista a mais de 4 anos. Apesar do tempo, a Suframa e a Seinfra não atenderam os apelos da empresa”, disse a vereadora Rosi Matos.

Convênio: A Suframa e a Seinfra assinaram um convênio, em 28 de dezembro de 2012, no valor total de R$ 104,5 milhões (R$ 94 milhões por parte da Suframa e R$ 10,5 milhões do Governo do Amazonas) que avaliza a reestruturação do Distrito Industrial. As obras abrangerão 36 ruas e a empresa vencedora da licitação foi a Construtora Soma Ltda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui