Rotta vai dar fim aos ‘remendos no asfalto’ feitos pelas Águas de Manaus

Foto: Divulgação

Depois de diversas inspeções, entre o dia 1º a 3/2, em vias que tiveram sua infraestrutura prejudicada por serviços da concessionária Águas de Manaus, gerando diversos prejuízos para a população e para a cidade, o vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura, Marcos Rotta, afirmou que a prefeitura não vai mais permitir “remendos” mal feitos pela empresa nas ruas da capital.

“É uma empresa que não tem o mínimo de sensibilidade e muito menos responsabilidade com a cidade de Manaus. Nós temos várias frentes de obras com altíssimo grau de irresponsabilidade da concessionária. Estamos acionando neste momento a Agência Reguladora do Município, a Ageman, para que tome providências imediatas. A concessionária de água não pode continuar rasgando as vias da cidade de Manaus, para fazer o seu trabalho, que é louvável, e depois apenas remendar, porque não podemos chamar isso aqui de obra. Isso causa uma série de transtornos e vem causando, inclusive, acidentes nas ruas da cidade de Manaus”, afirmou Rotta.

Foto: Divulgação

O secretário municipal reforçou o chamado à empresa para uma reunião que deve acontecer na próxima terça-feira, 9/2. A meta é que os reparos sejam feitos em toda a cidade e que obras concluídas pela prefeitura não sejam prejudicadas posteriormente por intervenções da concessionária.

“A determinação do prefeito David Almeida é que a empresa seja chamada a sua responsabilidade e a partir de hoje faça os reparos nas vias da cidade como deve ser feito, chega de remendos nas ruas de Manaus. Uma outra preocupação que nós temos enfrentado é que a prefeitura faz um recapeamento das ruas e no outro dia a concessionária rasga essa mesma rua e depois faz um serviço ruim, também com esse padrão de qualidade altamente questionável. Esse problema nós vamos enfrentar e vamos solucionar”, garantiu.

Frentes de trabalho

Nesta quarta-feira, Rotta também percorreu diversos pontos de obras emergenciais em Manaus e identificou novas necessidades de reparos na cidade. É caso do retorno na avenida Humberto Calderaro, próximo ao CSU do Parque 10, onde há comprometimentos na via. O local deve ser recapeado emergencialmente, porém será realizado, em parceria com o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), um desvio para que uma obra de revitalização completa, com a aplicação de concreto seja realizada.

Foto: Divulgação

Outra intervenção será feita na avenida Mário Ypiranga, onde houve um pequeno rebaixamento na pista. Não há nenhum tipo de comprometimento da estrutura, porém, até o final da semana, a empresa responsável pela obra vai fazer uma reconstituição asfáltica, para o nivelamento da pista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui