Secretária Simone Papaiz sairá da prisão ainda nessa noite de sábado

Simone Papaiz assumiu Susam durante pandemia de Covid-19, em abril (Foto: Secom/Divulgação)

A secretária de Saúde do Amazonas, Simone Papaiz, presa pela Polícia Federal por suspeita de envolvimento em esquema de compra de respiradores durante pandemia, será liberada do Centro de Detenção Provisório Feminino (CDPF). Após a meia-noite deste sábado (4), segundo informou a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), por meio de nota. A secretária estava presa na unidade desde terça-feira (30), quando a PF deflagrou a Operação Sangria.

Na manhã deste sábado, a empresária Renata Mansur já havia sido liberada do presídio onde estava custodiada, no interior de São Paulo. A Seap informou que outras quatro pessoas presas na operação Sangria tiveram a prisão temporária convertida em domiciliar, pelo prazo de cinco dias. Outras duas pessoas, junto de Papaiz, serão colocadas em liberdade com o fim do prazo da prisão temporária.

De acordo com a Seap, vão para prisão domiciliar: Fábio José Antunes Passos (dono da FJAP Importadora), João Paulo Marques dos Santos (ex-secretário de saúde), Alcineide Figueiredo Pinheiro (ex-gerente de compras da secretaria de saúde) e Luciane Zuffo Vargas de Andrade (dona da empresa Sonoar), que serão liberados no final da tarde deste sábado.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui