Seleção para profissionais da Saúde em Itamarati está sob investigação

Foto: Reprodução

Um processo seletivo realizado em Itamarati (a 983 quilômetros de Manaus) está sob investigação do Ministério Público do Amazonas (MPAM). O motivo é uma cláusula constante no edital referente à entrevista com atribuição de nota aos selecionados para a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Conforme o órgão ministerial, o item de número cinco do edital de seleção atribui nota cinco durante a realização de entrevista sem usar parâmetros avaliativos, ou seja, a questão fica em aberto para avaliação da banca. O fato “fere os princípios da legalidade e da impessoalidade” de acordo com o MPAM.

Na decisão do órgão ministerial consta que o procedimento prejudica o andamento do processo seletivo e por não prestar informações suficientes para que os candidatos se preparem ou recorram do resultado do certame.

O processo seletivo é o 001-2021. O edital do certame deverá ser reeditado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui