Semed realiza a abertura da 5ª etapa da Copa Zico com as escolas da DDZ Oeste

Foto: Henrique Silva/ Semed

A Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou, nesta segunda-feira, 17/10, a abertura da 5ª etapa da Copa Zico, envolvendo as unidades de ensino da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Oeste. Os jogos vão acontecer até a sexta-feira, 21/10, no estádio Ismael Benigno, a “Colina”, zona Oeste, e no estádio Carlos Zamith, na zona Leste.

A Copa Zico reúne equipes nas categorias Sub-9, Sub-11, Sub-13 e Sub-15, beneficiando alunos das modalidades de ensino do 2º ao 9º do ensino fundamental das escolas da divisão distrital.

De acordo com o coordenador da Copa Zico na Semed, Ronnie Melo, a copa oportuniza aos jovens das unidades de ensino da zona interação com outros alunos e escolas e, principalmente, participar da competição.

Foto: Henrique Silva/ Semed

“A Copa Zico tem uma proposta educacional. Estamos fazendo essa ação com o apoio do nosso prefeito David Almeida e da secretária Dulce Almeida, que dão uma oportunidade de aprendizagem a partir de novas vivências. Estão todos ansiosos pela chance desse momento, ainda mais em ano de Copa do Mundo de futebol. É um momento certo de ter uma ação educacional para a contribuição de nossos alunos”, comentou.

O aluno do 8º ano, Vitor Ramos, 13, da escola municipal Dalvina Silva de Oliveira, no conjunto Parque Riachuelo, bairro Tarumã, ficou feliz ao entrar em campo pela escola. Conhecido como “Vitinho”, o atleta sonha em se tornar profissional. Ele acredita que a competição pode abrir muitas portas nesse sentido.

“Minha sensação é de representar bem a minha escola e dar o melhor dentro de campo. Participo, pela primeira vez, de uma competição assim. Vim aqui para ganhar. Meu sonho é jogar no Flamengo no futuro. Meu desejo é ser um profissional, e essa Copa é uma oportunidade para isso. O Zico foi um grande jogador e é o maior ídolo do Flamengo, e tudo isso é muito bom”, disse.

Foto: Henrique Silva/ Semed

O chefe da DDZ Oeste, Dalmir Salazar, acompanhou de perto a abertura dos jogos. “É um trabalho também pedagógico. O esporte tem esse poder muito grande de confraternizar e harmonizar ao mesmo tempo. Os meninos vieram de uma pandemia, e a Copa Zico veio trazer essa alegria, essa participação é muito importante. Eles se sentem muito importantes de poder vivenciar isso, principalmente nessa idade, em que a escola tem a missão de deixar algo positivo em nossos alunos”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui