Amazonas Destaques Formal & Informal

A Semmas dorme enquanto o SOM BREGA perturba moradores dos bairros

Casa 30, intocáveis com o som alto que vara as madrugadas, sem a ação coibitiva da Lei.
Redação
Escrito por Redação

Pode deitar e rolar, colocar som alto nas alturas, provocar arruaça e som alto no “talo”, a qualquer hora do dia e da noite, porque a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade – Semmas Manaus, está dormindo em sono profundo, com seu telefone ‘08000922000’ servindo de travesseiro.

E, nem sempre a Polícia Militar (PM), através do número de emergência 190, está disponível para atender chamados desesperados de moradores de bairros, incomodados com som alto provocado por meia dúzia de desocupados.

Casa 30, intocáveis com o som alto que vara as madrugadas, sem a ação coibitiva da Lei.

Também pudera, os horários de expediente da Semmas contradizem com os horários costumeiros para as festas fora de horário do povo. Ou, é o povo que já sabe dos horários que a Semmas funciona e, aproveita para colocar o som alto, perturbando o sossego público de pessoas que precisam descansar para o dia de trabalho, na manhã seguinte. A Semmas funiona de segunda a sexta feira, de 08h às 14h e, Sábado e domingo, estão de folga.

Rua do fordunço

No Lírio do Vale I, tem uma rua chamada “Camarão Amarelo” e duas residências (digamos assim), a de número 12 e a de número 30, onde moram um PM e a outra, um desocupado.

Os dois tem muito em comum. Gostam de som brega, nas alturas. Os dois, todos os finais de semana e as vezes durante a semana mesmo, ligam o som de manhã, passam pelo dia e varam à noite, atropelando a Lei, a PM e dando a mínima para a Semmas. E essa não é a primeira vez que eles são denunciados pelos vizinhos, mas é como se os órgão fiscalizadores não existissem pra eles.

No detalhe, os horários da Semmas…

A PM, até que as vezes atende ao chamado dos moradores da rua Camarão Amarelo, entre eles, eu, mas quando se distanciam um pouco, os arruaceiros voltam a ligar o som, pior do que estava antes. Um dos infratores da Lei é um dos que deveria zelar por ela. Infelizmente, ainda há soldados despreparados para exercer a função.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário