Sobrevivente de massacre no Texas espalhou sangue no corpo para fingir que estava morta

Miah Cerillo espalhou sangue dos colegas em seu corpo para sobreviver - Foto: Reprodução/Twitter - @MYCHAL3TS

Uma aluna que sobreviveu ao massacre na escola primária Robb em Uvalde, no Texas, espalhou sangue dos colegas em seu corpo para se fingir de morta, disse Blanca Rivera, tia da menina, em entrevista à emissora ABC.

Segundo Rivera, sua sobrinha Miah Cerillo, de 11 anos, era aluna de Irma Garcia, uma das professoras assassinadas no ataque.

A menina ficou ferida por fragmentos de balas nas costas, foi levada ao hospital e pouco depois liberada.

“Ela fez o que tinha que fazer para sobreviver”, completou Rivera. Segundo ela, sua família está empenhada em ajudar Miah a superar os traumas causados pelo massacre.

Salvador Ramos, de 18 anos, entrou armado na Robb Elementary School, na última quarta-feira (25), e matou 19 crianças e duas professoras.

R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui