Súper Panas pretende garantir proteção e educação para refugiados em Manaus

Foto: Divulgação

Reinaugurado na última quinta-feira (26), o espaço Súper Panas em Manaus pretende integrar as diretrizes de educação e proteção de crianças e adolescentes refugiados e migrantes venezuelanos indígenas e não indígenas. A área é uma parceria entre o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e Aldeias Infantis SOS.

No Terminal Rodoviário de Manaus, o projeto Súper Panas retorna com as atividades multidisciplinares oferecidas por educadores, monitores, psicólogos e assistentes sociais. Totalmente revitalizado, o local que funciona como Posto de Recepção e Apoio da Operação Acolhida, do Governo Federal, passa a disponibilizar um espaço dedicado ao letramento ainda mais humanizado de crianças e adolescentes que estão cadastrados no projeto Súper Panas.

Nesse espaço, mais de 50 meninas e meninos já são acompanhados pelas equipes de educação e proteção desde o primeiro semestre de 2020, e passam a ter acesso a atividades de educação não formal com mais segurança, conforto e qualidade, em ambientes batizados de “Cantinhos”, que estão subdivididos por categorias-chave, como leitura, música, arte, matemática, ciências naturais, recreação, entre outros. Além disso, para garantir a inclusão de todos e facilitar a comunicação, o local recebeu placas de identificação escritas em três idiomas: português, espanhol e warao.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui