Tefé, minha saudade! Os Santos de Devoção Popular

Professora Raimunda Gil Schaeken

Professora Raimunda Gil Chaeken

O nosso povo tem suas devoções a muitos santos, numa grande expressão de fé, de maneira especial a MARIA, porque é a Mãe do Filho de Deus, portanto, nossa mãe.

MARIA: Toda a grandeza, todos os privilégios e todas as funções de MARIA derivam de sua Maternidade Divina. Todas as criaturas rezam com muita devoção: Ave Maria, cheia de graça…

O reinado celeste de MARIA teve início após a sua morte, quando foi transportada ao céu. O evento, celebrado na liturgia católica no dia 15 de agosto, atribui à Virgem Maria o título de Nossa Senhora da Assunção ou Nossa Senhora da Glória. O livro do Apocalipse (12,1) fala de uma mulher vestida de sol, tendo a lua aos pés e uma coroa de 12 estrelas.

A mãe de Deus é toda santa, isenta da mancha do pecado; é modelo de fé e ação. Ela é a nova Eva, que com Jesus dá início à nova humanidade, redimida e participante da graça de Deus.  O dogma da Imaculada Conceição foi proclamado por Pio IX, em 1854, mas esta é uma devoção já existente muitos séculos antes. Seu objetivo é destacar a santidade plena de Maria, a mãe do Filho de Deus, colaboradora de Deus na realização do projeto de salvação do ser humano. Mulher fiel a Deus, modelo de discípula, de fé, de dedicação e de esperança. A Imaculada Conceição é um sinal também de que o mal foi vencido definitivamente por Cristo, e mostra o futuro de todo ser humano: a participação na graça de Deus.

Vários títulos são conferidos a MARIA, realçando exatamente o seu caráter misericordioso: Nossa Senhora das Graças, das Mercês, da Ajuda, Auxiliadora, do Perpétuo Socorro, do Amparo, dos Aflitos, de Fátima, de Nazaré, de Guadalupe, padroeira da América Latina, Aparecida, padroeira do Brasil, entre outros. É a mesma MARIA, a Mãe de Jesus Cristo e nossa Mãe.

SÃO JOSÉ: Homem justo, trabalhador, chamado também de São José Operário, protetor dos operários, porque assumiu a condição de servo e se fez solidário a seu povo. Para os devotos de São José, a vivência dessa devoção hoje, exige mudança de vida, é preciso agir, contribuir para a transformação da Sociedade. Todos os Santos tiveram especial devoção a São José, como Santa Teresa de Jesus, que deu o nome de Convento São José, a sua primeira obra.

São José é o modelo vivo das virtudes da família e das humildes tarefas do dia a dia. Sua festa é celebrada no dia 19 de março.

SÃO BENEDITO: Sua nacionalidade é italiana. Segundo histórias de devoto, “Benedito trabalhava na cozinha de um convento de padres que possuía um regulamento muito rigoroso. Era proibido retirar alimentos do convento para dar aos habitantes do vilarejo. Mas o negro Benedito sempre dava um jeitinho de levar uma cesta de comida para os pobres. Certo dia, quando ia saindo com sua cestinha, um superior o interpelou:-Que levas aí nesta cesta, filho? E Benedito sem vacilar respondeu: São flores, Senhor! E, incontinente, descobriu a cesta que carregava os alimentos, só que o Superior viu apenas flores dentro da cesta. Daí a imagem de São Benedito ser venerada com a sua cestinha. Sua festa é comemorada no dia 5 de outubro.

SANTO ANTÔNIO: É um dos mais conhecidos pelo povo. Sua devoção, trazida de Portugal pelos colonizadores, rapidamente se firmou em terras brasileiras, de tal modo que há sempre um lugar em nossos templos e casas para a imagem do santo. Figura revestida de muitas lendas e contos, Santo Antônio é bem mais do que o “santo casamenteiro”. É antes de tudo, um fiel discípulo do Cristo pobre e humilde, que assumiu decididamente o modo de vida proposto por São Francisco de Assis, desafiando a opulência de seu tempo, conduzindo o povo ao essencial da fé: o amor total aos valores ensinados por Jesus. Impressiona-nos, na vida de Santo Antônio o amor à Palavra de Deus e à sua pregação. Sua festa é 13 de junho.

Aguardem no próximo domingo, outros santos de devoção.

(AIMUNDA GIL SCHAEKEN – tefeense, professora aposentada, católica praticante, sócia titular da Associação dos Escritores do Amazonas (ASSEAM) e membro efetivo da Academia de Letras, Ciências e Artes do Amazonas-ALCEAR).


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui