Empresas do PIM fecham o ano sem pagar o 13º aos trabalhadores

Foto: Reprodução

Funcionários da Nissin Brake do Brasil, instalada no Polo Industrial de Manaus (PIM) não receberam o 13º salário integralmente. Conforme denúncia da categoria, a empresa também quer obrigar que 31 de dezembro e outros dias sejam pagos ao longo do ano de 2021.

Para o Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal-AM), a empresa está agindo de má fé com a classe trabalhadora. Os trabalhadores já efetuaram a denúncia para a entidade.

Além da Nissin, a Musashi da Amazônia, Metalfino da Amazônia, Honda Lock, Suzuki Motos e a Moto Honda, também não pagaram o 13º completo, descontando dois ou três meses dos trabalhadores.

O Sindimetal-AM pede a todos os trabalhadores que denunciem se a sua empresa não pagou o 13º integralmente.

A entidade reforça que cobrará uma atitude dos empresários ao fim do recesso e entrar com processo contra as empresas para que o dinheiro seja devolvido aos trabalhadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui