UEA produzirá EPIs e respiradores para UTIs durante pandemia de Covid-19

Foto: Divulgação/UEA

A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) deverá produzir ventiladores para respiração em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) e equipamentos de proteção individual (EPIs) para unidades de saúde do Estado durante a pandemia de Covid-19.

A iniciativa vem mobilizando professores, alunos, técnicos, anestesiologistas, intensivistas e gestores da UEA. O reitor da instituição, Cleinaldo Costa, anunciou na última semana que está sendo finalizado o protótipo de um ventilador utilizado para permitir a respiração de pacientes internados em UTIs.

A UEA também está produzindo um kit composto de protetor facial, avental em TNT (100% polietileno), capuz e par de propés perneiras até a altura dos joelhos, produzidos em materiais impermeáveis. O material está sendo fabricado em impressoras 3D, nos laboratórios da Escola Superior de Tecnologia (EST-UEA) e por meio de terceirização.

“O objetivo é produzir, inicialmente, 16 mil aventais, capuzes e pares de propés caneleiras, em torno de mil unidades por dia. A UEA e o Governo do Amazonas planejam suprir, com esses EPIs, as equipes de saúde da capital e do interior, dentro do que for possível”.

Foto: Divulgação/UEA

A UEA também deu inicío, nesta segunda-feira (30/03), a treinamentos por meio do Telessaúde. Serão aulas intensivas de prevenção, diagnóstico e tratamento da Covid-19, que serão direcionadas às equipes de saúde dos municípios do Amazonas.

De acordo com o reitor Cleinaldo Costa, a proposta é capacitar 300 médicos dos Sistema Único de Saúde (SUS) com treinamentos de intubação de vias aéreas e suporte avançado de vida no laboratório de Habilidades da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA-UEA).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui