União Europeia multa Amazon em R$ 4,5 bilhões

Foto: Reprodução

A Amazon recebeu uma multa de US$ 887 milhões (cerca de R$ 4,5 bilhões) da União Europeia por não cumprir as regras da lei de proteção de dados do bloco.

A penalização ocorreu há duas semanas. Foi aplicada por meio da autoridade de proteção de dados de Luxemburgo, onde a Amazon tem sede na Europa. O caso, entretanto, só foi revelado nesta sexta-feira (30/7) por um registro financeiro.

Até então, a condenação de valor mais alto para sanções do tipo havia sido para o Google, em 2019. A penalização foi de cerca de R$ 213 milhões na época. Agora, a Amazon bate esse recorde, com uma multa que representa, aproximadamente, 4,2% do lucro líquido da empresa em 2020, que foi de US$ 21,3 bilhões.

Em nota à agência Bloomberg, a companhia disse que “não houve violação de dados, e nenhuma informação de clientes foi exposta a terceiros”. “Esses fatos são indiscutíveis. Discordamos fortemente da decisão da CNPD [Comissão Nacional de Protecção de Dados]”, declarou a Amazon, que deve recorrer da decisão.

Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui