Vereador ‘mancha’ honra de servidores públicos e acaba cassado em Rio Preto da Eva

Vereador cassado Marcelo Costa dos Santos, o Cabo Marcelo - foto: Erlan Roberto

O presidente da Câmara Municipal de Rio Preto da Eva (a 79 quilômetros de Manaus), Francisco Nogueira, determinou a cassação do vereador Marcelo Costa dos Santos, o Cabo Marcelo.

O motivo seria quebra de decoro parlamentar. Ele foi cassado por nove votos a dois.

O parlamentar acusou a secretária de Saúde do município, Aila Carla Bernardino, e alguns servidores da pasta de recebimentos indevidos de R$ 70 mil para beneficiar duas empresas, porém não tinha provas.

Também há denúncias de que Cabo Marcelo teria desviado recursos. O fato representando impessoalidade e moralidade administrativa.


———————————

Justificativa do vereador Marcelo Costa dos Santos (na íntegra)

“Olá, aqui é o Vereador Cassado Marcelo Costa Santos. Sua matéria está equivocada. Em momento algum foi comprovado que eu teria caluniado prestadores de serviço ou a Secretaria de saúde. Tenho todas s provas e o proprio MPF, TCU e TCE estão investigando com vigor todos os atos ilicitos. Recomendo que mude sua materia. Sobre os 70 não foi eu que estava sendo investigado, e sim a propria secretária de saúde por supostamente ter beneficiado duas empresas ligadas a sua familia. Ou, vc mude sua materia ou acionarei meu juridico. Antes de realizar postagens se informe antes”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui