Vice-presidente da Câmara Federal apela ao MS por vacinação em massa no Amazonas

Parlamentar pede 1 milhão de vacinas para preservar vidas dos amazonenses e dos brasileiros - foto: divulgação

O vice-presidente da Câmara, deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM) fez, hoje, um apelo ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para que envie ao Amazonas cerca de 1 milhão de vacinas, o suficiente para o imunizar a população de Manaus com mais de 18 anos.

Segundo ele, a vacinação em massa objetiva proteger a vida dos amazonenses e a saúde dos brasileiros.

“Meu grito de socorro se justifica porque o meu estado vive a maior tragédia de sua história, em que milhares de amazonenses morrem de Covid pela falta de oxigênio e de um atendimento adequado. Como não temos como vacinar com celeridade todo o país, preservamos vidas dos amazonenses e dos brasileiros. Isso porque a imunização em massa serviria como uma barreira sanitária, evitando que essa nova cepa do vírus, mais contagiosa, se espalhe por todos os estados brasileiros”, disse Ramos.

Segundo Marcelo Ramos, diante do drama que persiste no Amazonas, que ainda apresenta altos taxas de mortes e de contágio, é preciso unir esforços para contenção da nova cepa do vírus. “Para que o povo do meu estado possa voltar a respirar e para que a tragédia não se multiplique, faço esse apelo, também aos governadores, para que entendam que o que proponho não é a proteção única e exclusiva da população do meu estado, mas uma medida de proteção ao Brasil”, reafirmou.

Mutirão de vacinação- O vice-presidente da Câmara ressaltou, ainda, que as pessoas que tiveram contato com os pacientes do Amazonas removidos para tratamento em outros estados também devem ter prioridade na vacinação.

Marcelo Ramos acredita que um grande mutirão de vacinação, que envolva os governos federal e estadual, Prefeituras, Vigilância Sanitária e o Exército Brasileiro, poderá evitar que a grave onda do Amazonas se alastre para todos os estados da federação.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui