Wilson Lima vistoria obra de pavimentação de ramais em Iranduba

Foto: Diego Peres/Secom

Recuperação dos ramais Cachoeira do Castanho, Uga-Uga e Santa Maria vão beneficiar a agricultura familiar e o turismo

O governador Wilson Lima vistoriou, nesta segunda-feira (02/08), as obras de pavimentação do ramal da Cachoeira do Castanho, no município de Iranduba, região metropolitana de Manaus. Esse é um dos três ramais da rodovia AM-070 que o Governo do Amazonas está pavimentando. Os investimentos favorecem o turismo e a agricultura familiar, atividades econômicas praticadas na região.

“Ao longo desses três ramais que estamos trabalhando na 174, há uma atividade muito grande do setor primário, há muita produção. Muitos desses ramais estavam aqui praticamente intrafegáveis, dificultando a vida desses pequenos produtores, e hoje, o trabalho que estamos fazendo e que vamos entregar até o final do ano, vai facilitar muito a vida de quem atua aqui, de quem planta, de quem colhe, vai ser fundamental nesse processo de escoamento da produção”, disse o governador.

Foto: Diego Peres/Secom

O ramal da Cachoeira do Castanho tem o total de 7 quilômetros de extensão. O Uga-Uga tem 8,6 quilômetros e o ramal Santa Maria possui 7,33 quilômetros. Os investimentos na pavimentação desses três ramais chegam a R$ 19.683.978,46. Os serviços incluem: drenagem; terraplenagem; base; sub-base; pavimentação; imprimação e sinalização.

“Nós temos um cinturão de produção rural aqui na região metropolitana, especificamente aqui no município de Iranduba, boa parte das hortaliças que vão para Manaus são plantadas aqui, então as pessoas nem sempre têm noção da quantidade de produtores e, principalmente, de pequenos núcleos familiares que atuam nessa área. Estamos trabalhando para dar todo o apoio, dar todas as condições para que essa produção possa escoar e essas famílias possam vender os seus produtos e garantir o sustento”, frisou Wilson Lima.

Cleudione Silva é morador da comunidade da Cachoeira do Castanho e trabalha como ajudante de máquinas nas obras de pavimentação do ramal. Após dez anos desempregado, a pavimentação do ramal é para ele motivo de dupla comemoração: a chegada do asfalto na comunidade onde mora e uma oportunidade de volta para o mercado de trabalho.

Foto: Diego Peres/Secom

“Graças a Deus! É um alívio muito grande estar empregado. Agora, com essa obra que está saindo, acredito que vai melhorar muito para os moradores que trabalham com plantação. Vejo também muitas oportunidades de emprego para pessoas que trabalham com turismo, que é muito forte o turismo aqui dentro. Então, isso aí eu vejo como uma melhoria grande né, as pessoas aí com a esperança de melhorar”, disse Cleudione.

A pescadora Nailê Alves está com grandes expectativas com a chegada do asfalto. A esperança é que a nova infraestrutura, que vai facilitar o acesso à comunidade, atraia mais visitantes.

“Antes, a gente saía daqui devagar para não quebrar o carro e às vezes ainda quebrava. Vai mudar por causa do nosso trabalho que é área de turismo, então vai mudar muito para cada família. Já está mudando. Só de ver essa estrada, ela ainda não está no asfalto, mas só de ver essa estrada linda e maravilhosa eu agradeço todos os dias”, disse Nailê.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui