Acordo fechado: Valdemir presidente do PT e José Ricardo pré-candidato à prefeitura de Manaus

Deputado José Ricardo e Valdemir Santana fecham acordo pela prefeitura de Manaus - foto: montagem/arquivo

A direção do Partido dos Trabalhadores (PT) desistiu da eleição, no segundo turno, para apoiar o sindicalista Valdemir Santana para a direção da legenda em Manaus. A eleição ocorreria no próximo domingo (22).

Disputavam a eleição de segundo turno, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Valdemir Santana (chapa Renovação Unidade na Luta) e o servidor da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), Sabá Magalhães (chapa Resistência Socialista). No primeiro turno Valdemir obteve 960 votos e Magalhães 650 votos.

A cúpula do partido desconversa sobre o motivo pelo qual a cúpula fechou acordo e desistiu pela eleição do segundo turno. Mas Valdemir Santana diz que o partido amadureceu, que busca a unidade das forças internas por um único objetivo. “A palavra de ordem é: reconstrução, reorganização das forças e união das lideranças do partido no Amazonas”, disse.

Por outro lado, fontes internas do partido afirmam que a desistência se deve a um acordo que envolveria a disputa pela Prefeitura de Manaus em 2020. Sabá Magalhães desistiu da eleição para deixar o caminho livre para Valdemir Santana.

Em contrapartida, Valdemir Santana apoia a candidatura do deputado José Ricardo à Prefeitura de Manaus no ano que vem.

Uma entrevista coletiva ocorrerá às 14h desta segunda-feira na sede do PT para anunciar que não haverá segundo turno e que Waldemir Santana é o eleito para presidir o PT em Manaus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui