Adolescente morre após abordagem policial, segundo familiares

O adolescente morreu na noite deste domingo (22) - Foto: Acervo da família

O adolescente Emanuel Menezes Pantoja, de 14 anos, morreu na noite deste domingo (22), após ficar internado no Pronto-Socorro Dr. João Lúcio. Ele foi baleado na cabeça na tarde da última segunda-feira (16), durante uma abordagem de policiais militares da Força Tática, na Comunidade Nossa Senhora de Fátima, no bairro Novo Aleixo, Zona Norte de Manaus.

Segundo informações da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam), o adolescente estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com afundamento craniano. O adolescente foi submetido a procedimento neurocirúrgico para estancar o sangramento e o corrigir a fratura.

A mãe do adolescente, Geimara Menezes, de 31 anos, disse ao Correio da Amazônia que o filho estava jogando futebol com um grupo de amigos, quando policiais militares chegaram ao local por volta das 14h30. O jovem foi colocado no chão e depois atingido com um tiro na cabeça.

Após o disparo, os policiais conduziram Emanuel para o Pronto-Socorro Dr. João Lúcio sob alegação que o jovem teria sacado um revólver para resistir à abordagem policial. Além da arma de fogo, os policiais ainda encontraram uma porção de droga com adolescente.

A família contestou a versão dos policiais. Segundo testemunhas, após o disparo na cabeça do jovem, um dos policiais esfregou um revólver na mão de Emanuel com intuito de deixar as digitais na arma.

O adolescente morreu na noite deste domingo (22) – Foto: Acervo da família

Após o jovem ser baleado, um grupo de moradores iniciou uma manifestação com pedidos de justiça e a rua Santa Helena onde ocorreu o fato foi interditada. Policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) foram acionados e reagiram contra os manifestantes com bombas de efeito moral e balas de borracha.

Segundo o Boletim de Ocorrência (BO), registrado na Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), na última segunda-feira (16), por volta das 19h, por policiais militares lotados na Força Tática, a guarnição estava em patrulha pela região, quando foram informados por populares sobre um infrator portando arma de fogo.

Os policiais militares foram verificar a situação, quando se encontraram com um dos infratores, sendo ele Emanuel, que efetuou disparos de arma de fogo contra a guarnição. Em ato contínuo, os policiais atingiram Emanuel que foi encaminhado para o Pronto-Socorro Doutor João Lúcio Pereira Machado, onde Emanuel veio a óbito neste domingo (22).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui