Aleam alerta servidores sobre vacinação contra sarampo

Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus - Foto: Rubilar Santos

A população adulta de 20 a 49 anos tem até o dia 31 de outubro para se vacinar contra o sarampo, é o que avisa o diretor de Saúde da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), médico Arnoldo Andrade. A imunização faz parte da campanha nacional de vacinação organizada pelo Ministério da Saúde (MS), que foi prorrogada em razão de baixa cobertura vacinal em todo país.

“Por isso, alertamos os servidores da Aleam, nessa faixa etária, da importância de buscarem um posto de saúde e se imunizarem contra o sarampo”, destacou Andrade, explicando que apenas 8,53% do público alvo no Amazonas foi alcançado. A meta é vacinar 95%.

A vacinação vai muito além da prevenção individual, explica o médico da Aleam, afirmando que ao se vacinar, o indivíduo está ajudando toda a sociedade a diminuir os casos de sarampo. Doenças altamente contagiosas e bastante comuns no passado, como sarampo, rubéola e paralisia infantil, por exemplo, praticamente foram erradicadas no Brasil em razão das campanhas de vacinação efetuadas pelos governos. Assim sendo, as vacinas são essenciais para blindar o organismo contra doenças que ameaçam a saúde, em todas a idades.

A Assembleia Legislativa, por meio de sua Diretoria de Saúde, possui um calendário de ações de conscientização e prevenção contra doenças, incluindo campanhas de vacinação nas dependências da Aleam. Anualmente é montado um posto de vacinação, aberto à toda população, para vacina trivalente, que imuniza contra os vírus da gripe Influenza A (H1N1), H3N2 e Influenza B. “Esse ano, em razão das medidas de distanciamento impostas pela pandemia d novo coronavírus, não pudemos realizar essas atividades presenciais”, lamentou o diretor de saúde, solicitando, porém, que os servidores da Casa busquem a rede pública de vacinação e se imunizem contra o sarampo. O servidor que já tiver tido a doença não precisa ser vacinado, visto que o organismo já desenvolveu imunidade à doença.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui