Almoço na Flextronics e LG só se o trabalhador levar ‘marmita’ de casa

Almoço na fábrica só de levar de casa, diz Valdemir Santana - foto: divulgação/Sindimetal

Trabalhadores das empresas LG e Flextronics em Manaus, estão levando ‘marmitas de casa’ para se alimentarem na hora do almoço. Isso acontece porque a alimentação fornecida pelas empresas tem sido de péssima qualidade e em condições sub-humanas, no lugar que antes era chamado de refeitório.

A informação é do presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas, Valdemir Santana, diante da precarização do setor de alimentação dentro dessas empresas, nos últimos dois anos.

“Na hora das refeições as empresas estão fornecendo somente hambúrguer, salsicha e demais enlatados. Elas são obrigadas a fornecerem alimentação de qualidade”, afirmou o presidente Valdemir Santana.

O dirigente sindical disse que o desleixo das empresas com os funcionários está acontecendo com mais intensidade desde o ano passado. “Voltamos 40 anos no tempo. Os industriários estão levando comida de casa para não passarem fome. Essas empresas não cumprem a Lei Trabalhista do Brasil e o governo reduziu a fiscalização a nada”, enfatizou.

Salário mínimo

Além da péssima alimentação, os trabalhadores também alegam receberem salários mínimos, sem direitos a plano de saúde, creche e demais benefícios. Santana informou que o sindicato atua para a melhoria da qualidade de trabalho da categoria no Amazonas e, aciona as empresas. No entanto, o retorno nem sempre é positivo.

Santana afirma que há muita resistência das diretorias das empresas estrangeiras, que sempre dão um jeito de descumprir a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e as Leis Trabalhistas do Brasil.

“Todas as nossas reivindicações são levadas para São Paulo. Os dirigentes em Manaus não resolvem absolutamente nada e quem é prejudicado é o trabalhador que não tem direito nem mesmo a uma comida de qualidade. As empresas têm benefício fiscal, mas aproveitam para se dar bem e burlar os trabalhadores”, concluiu Santana.

1 COMENTÁRIO

  1. Devido à repercussão dessa notícia, a Flex proibiu levar qualquer tipo de alimento externo para comer lá dentro, virou uma ditadura. Agora teremos que tomar o café requintado com composto lácteo e ter que aguentar a dor no estômago que isso causa nos funcionários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui