Amante apanha, é humilhada e fica nua após ataque de traída e amigas na rua

O episódio ocorreu no meio da rua, e ninguém ousou interferir. Nem a polícia/Foto: Divulgação

Foi um ataque pavoroso. A vítima, essa que aparece acuada no chão, apanhou em público de outras mulheres após ser acusada de sair com o marido de uma delas. A traída chamou amigas e disse que queria “dar uma lição” na “outra”. O episódio ocorreu no meio da rua, e ninguém ousou interferir. Nem a polícia.

A amante levou puxadas de cabelo, socos e pontapés, além de ser deixada sem blusa no meio de todo mundo. O barraco aconteceu na China, em Yulin, e tomou proporções assustadoras.

As agressoras quiseram, segundo jornais locais reportaram, fazer “justiça com as próprias mãos”. Puxaram tanto a coitada, que ela chegou a ser arrastada, pelos cabelos, para dentro de um estabelecimento, uma loja de eletrônicos.

O episódio ocorreu no meio da rua, e ninguém ousou interferir. Nem a polícia/Foto: Divulgação
O episódio ocorreu no meio da rua, e ninguém ousou interferir. Nem a polícia/Foto: Divulgação

 

Ali, além de baterem muito, arrastaram a moça pelas roupa, até arrancarem a roupa dela. Finalmente conseguiram tirar a blusa dela. E continuaram a pancadaria…

A amante foi pisoteada, enquanto tentava desesperadamente esconder os seios. Deram chutes na cabeça, e gritavam: “Isso é castigo”. No final, ela ainda ficou ensanguentada.

As traídas não dão a mínima para leis chinesas/Foto: Divulgação
As traídas não dão a mínima para leis chinesas/Foto: Divulgação

Nenhuma testemunha tentou ajudar. O número de ataques contra amantes na China tem aumentado. As traídas não dão a mínima para leis chinesas e têm sorte, já que nem a polícia entra no meio. (R7)

Fonte: IPU ONLINE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui