Amazonas Economia

Amazonas produz 98 milhões de kg de farinha por ano

Foto: Divulgação
Redação I
Escrito por Redação I

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os dados preliminares do Censo Agropecuário de 2017, revelando que no Estado do Amazonas foram produzidas 98 milhões de quilos de farinha em 56,4 mil estabelecimentos.

A mandioca continua sendo o principal produto da lavoura temporária, no período de referência do Censo Agro foram colhidas 403,3 milhões de quilos de mandioca em 57,9 mil estabelecimentos onde a cultura ocupou 45,1 mil hectares, destacando o município de Tefé como o maior produtor com 20.770 toneladas ano.

A farinha é um item tão importante na agroindústria amazonense que 67,2% dos estabelecimentos agrícolas a produzem. O segundo maior produto agroindustrial é a goma ou tapioca, foram produzidas 5,8 milhões de quilos em 25,9 mil estabelecimentos no período de referência da pesquisa.

O segundo produto desse grupo foi a cana-de-açúcar com uma produção de 267,2 milhões de quilos em 5,8 mil estabelecimentos ocupando área de 4,5 mil hectares, com destaque para Presidente Figueiredo.

Foto: Divulgação

O terceiro maior produto foi a melancia com 10,1 milhões de quilos em 8,3 mil estabelecimentos, sendo o município de Manicoré com maior produção com 2.096,964 de toneladas ano .

O abacaxi ocupou a quarta posição entre os produtos da LT com 22,8 milhões de quilos em 13.5 mil estabelecimentos, sendo o município de Itacoatiara o maior produtor com 16.879,492 frutos Lavoura Permanente

Entre os produtos da lavoura permanente, a banana possuía a maior quantidade de pés segundo o Censo Agro 2017, existem 10,4 milhões de pés em 37,6 mil estabelecimentos. Entre os estabelecimentos com mais de 50 pés, a quantidade produzida foi de 70 milhões de quilos (70 mil toneladas), o município de Manicoré é o maior produtor com 8,9 mil toneladas/ano.

O açaí foi a segunda cultura com 7,4 milhões de pés existentes em 18,1 mil estabelecimentos. Nas propriedades com mais de 50 pés (8,4 mil) a produção alcançou 20,8 milhões de quilos (20,8 mil toneladas), Codajás é o maior produtor com 3,0 mil toneladas de frutos.

Cupuaçu (2,02 milhões de pés) em 18,4 mil estabelecimentos é o terceira cultura cultivada e Nova Olinda do Norte é o maior produtor de cupuaçu com 4,15 mil toneladas.

O Guaraná (2,01 milhões de pés) em 1,9 mil estabelecimentos é o quarto mais importante produto da lavoura permanente, com destaque para os Municípios de Presidente Figueiredo e Maués.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário