André Mendonça vira alvo de bolsonaristas por voto contra Daniel Silveira

André Mendonça diz que 'é preciso separar o joio do trigo' - foto: recorte

“É preciso separar o joio do trigo, sob pena de o trigo pagar pelo joio. Mesmo podendo não ser compreendido, tenho convicção de que fiz o correto”, postou André Mendonça no Twitter.

O ministro Supremo Tribunal Federal (STF) André Mendonça, indicado para o cargo por Jair Bolsonaro, usou o Twitter para se defender dos ataques e críticas feitos por bolsonaristas após votar pela condenação do deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ). “Há formas e formas de se fazerem as coisas. E é preciso separar o joio do trigo, sob pena de o trigo pagar pelo joio. Mesmo podendo não ser compreendido, tenho convicção de que fiz o correto”, postou Mendonça na rede social.

Em um outro post, o ministro disse que diante das várias manifestações sobre o meu voto ontem, sinto-me no dever de esclarecer que: [a] como cristão, não creio tenha sido chamado para endossar comportamentos que incitam atos de violência contra pessoas determinadas e como jurista, a avalizar graves ameaças físicas contra quem quer que seja”.

O STF condenou o deputado federal bolsonarista Daniel Silveira nesta quarta-feira (20), por 10 votos a 1, a uma pena de  8 anos e 9 meses de prisão em regime inicialmente fechado por ataques às instituições, além de estimular atos antidemocráticos. O único divergente entre os ministros da Corte foi o de Kássio Nunes Marques, que também foi indicado por Jair Bolsonaro,  que pediu a absolvição do parlamentar.

Canal Cortes 247 e assista:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui