Angelo Speranza reencontra professores no show ‘Outras Canções’

Ângelo Speranza, em "Outras canções"/Foto: Divulgação

Ângelo Speranza, em "Outras canções"/Foto: Divulgação
Ângelo Speranza, em “Outras canções”/Foto: Divulgação

Conhecido na cena musical manauara como intérprete do rock nacional, o cantor Angelo Speranza se renderá mais uma vez às melodias e letras do cancioneiro popular brasileiro, no show acústico ‘Outras canções’, aonde o destaque é o reencontro de Angelo dele com amigos formados em 2005 no curso de pedagogia da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). O show acontece na sexta-feira (8), no Bar Chopp Brahma, na Avenida André Araújo, no Aleixo), a partir das 21h00, com couvert artístico é de R$ 7 (por pessoa).
A carreira de músico iniciou em 2002, quando apresentava-se no hall do ICHL/Ufam. Atualmente, dividido entre as salas de aula [onde leciona] e ensaios musicais para suas apresentações, torna-se escasso o tempo para reunir com os amigos. “Fazem 10 anos que não reunimos nossa turma, conseguimos nos comunicar através das redes sociais e agora é a hora de sentarmos e cantarmos juntos para celebrar nossos 10 anos de profissão”, afirma.

Canções como ‘Chão de Giz’, ‘Como Nossos PaiS’ e ‘Garganta’, fazem parte do repertório para este show. A apresentação contará ainda com a participação e produção musical do maestro e professor de música, Roberto Bento, amigo de Angelo que o acompanha em suas apresentações musicais desde 2004. “Farei um show aos moldes do que fazia quando era acadêmico do curso de pedagogia na Ufam, voz e violão, desta vez no barzinho, experiência maravilhosa para sentir a voz e energia do público, para cantar comigo. Gosto muito de sentir essa alegria que emana do coração dos meus fãs, quando interpreto canções consagradas da MPB”, conta.

Ansioso para a reunião com os amigos e o público, Speranza afirma estar feliz em experimentar um show acústico neste formato. “A alegria do reencontro é entender como foi importante nossa formação acadêmica para a vida. É um momento de partilhar isso, a vida”, assegura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui