Auxiliar de pedreiro é morto com cinco tiros em invasão de Manaus

Agno foi assassinado com cinco tiros em uma invasão da Zona Oeste de Manaus - Foto: divulgação/Polícia Militar

A auxiliar de pedreiro Agno da Cunha Barros, de 34 anos, morreu com cinco tiros, na madrugada desta quinta-feira (12), por volta de 0h45, na invasão Rio Negro e Solimões, bairro Tarumã, Zona Oeste da capital amazonense.

Segundo informações da 20ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o homem foi morto dentro da casa onde morava, na Rua Praia do Areal. A autoria e motivação ainda são desconhecidas. A vítima já havia sido presa, mas o motivo da prisão não foi informado.

Agno foi assassinado com cinco tiros em uma invasão da Zona Oeste de Manaus – Foto: divulgação/Polícia Militar

Agno foi atingido com cinco tiros, segundo as informações a perícia criminal do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC). O corpo da vítima foi recolhido para o Instituto Médico Legal (IML).

O crime foi registrado no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), mas as investigações serão realizadas pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui