Brinquedoteca é inaugurada em sistema prisional do Amazonas

Foto: Adauto Cruz/Seap

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) inaugurou, nesta quarta-feira (19/01), a primeira brinquedoteca no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), localizado no Km 08 da BR-174 (Manaus-Boa Vista), com objetivo de proporcionar um ambiente dinâmico às crianças no processo de interação familiar, visando a reinserção dos detentos na sociedade por meio de sua valorização e convívio com os familiares.

Na inauguração estiveram presentes os juízes de Direito da Vara de Execução Penal de Manaus do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Luís Carlos Valois, Sabrina Cumba e Michael Matos de Araújo; e a promotora de Justiça do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE), Christianne Silva; além dos servidores do sistema prisional, colaboradores da empresa terceirizada Reviver, mães e filhos dos detentos.

Foto: Adauto Cruz/Seap

A estrutura da Brinquedoteca conta com brinquedos como jogos educativos, quebra-cabeças e blocos de montar, além de um ambiente agradável e harmonioso com a pintura do ambiente interno feita para agradar os pequenos por meio de personagens infantis.

Durante a cerimônia, o secretário titular da Seap, coronel Paulo César Gomes, pontuou o trabalho do Governo do Amazonas por meio da secretaria nas ações de ressocialização dos detentos com seus familiares nas unidades prisionais, por meio da criação desse espaço humanizado para as crianças.

“A brinquedoteca proporcionará um encontro harmonioso e digno entre os internos e seus filhos, onde poderão se divertir com os brinquedos, e vivenciar um momento sereno e alegre entre a família”, enfatizou.

Ainda na ocasião, o secretário agradeceu a presença de todos que participaram do evento, a união do Poder Judiciário, dos grupos de monitoramento e fiscalização do sistema carcerário, e parabenizou o trabalho dos diretores das unidades prisionais e da empresa Reviver.

Foto: Adauto Cruz/Seap

Laços – Ao conhecer o espaço, o juiz de Direito da Vara de Execução Penal de Manaus, Luís Carlos Valois mencionou o fato da criança e do adolescente possuírem o direito de conviver com seus pais que estejam presos, sendo esse direito garantido pelo Estatuto da Criança e do adolescente.

“O espaço da brinquedoteca nos presídios proporciona o estreitamento dos laços familiares no processo de reintegração, onde todos ganham: o apenado, a família e a sociedade”, abordou o juiz.

O diretor do Compaj, Felipe Abreu, disse que o projeto partiu da necessidade de preservar a criança e o adolescente do ambiente prisional e contribuir para o resgate do vínculo familiar. “É a partir da família que o detento recebe todo o apoio emocional, afetivo e tem o contato com o mundo externo”, ressaltou.

No local, a esposa do detento Gabriel (nome fictício) ficou muito contente e parabenizou o trabalho da Seap em proporcionar um ambiente feliz em que possam interagir com o seu filho de forma harmoniosa. “São essas pequenas coisas que fazem a diferença”, disse, emocionada.

As obras da Brinquedoteca iniciaram em novembro e foram realizadas por dez reeducandos do programa Trabalhando a Liberdade, que atuaram nos serviços de reforma e pintura do ambiente, além da construção de um fraldário no local.

Em média, 182 crianças visitam seus pais no Compaj.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui